quinta-feira, 4 de março de 2010

A volta do velho e traiçoeiro câncer



"Uma Prova de Amor", de 2009, é daqueles filmes para quem assiste, simplesmente, desabar. Bem como, "Lado a Lado" (de Julia Roberts e Susan Sarandon), é um roteiro dolorido, que aborda de forma emotiva, porém sempre muito honesta as dificuldades de lidar com o câncer. No início, temos a impressão de que o filme tratará de mais um dilema ético da ciência e do direito em tempos modernos. A pequena Anna Fitzgerald (Abigail Breslin de " A Pequena Miss Sunshine")abre o filme falando de seu drama pessoal. Anna foi concebida única e exclusivamente para salvar a vida de sua irmã Kate (Sofia Vassilieva), que sofre de leucemia. Sente-se usada, sente-se desvalorizada. Mas, com o decorrer do filme, não tem jeito. Os sentimentos, os dramas pessoais de Anna se tornam infinitamente pequenos diante das experiências de sua ainda jovem irmã Kate.
Mérito da atriz Sofia Vassilieva, que interpreta maravilhosamente bem a adolescente doente e mais ainda de Cameron Diaz, que encarna seu primeiro personagem de peso no cinema _o da mãe batalhadora Sara, que se torna obcecada pela sobrevivência da filha mais velha. Indo além, o filme também esbarra na temática de "Mar Adentro", em que viver se torna tão complicado, que escolher morrer se torna uma opçao plausível e racional. Esbarra também, com a mãe, no clássico desejo humano de tentar controlar as coisas e de sempre fracassar no final. Como pano de fundo destaco os sentimentos contraditórios, mas sempre muito leais e verdadeiros que ligam todos os personagens à Kate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário